Você é Teólogo!

Por Bob Caldwell.

 

Você é um teólogo? A maioria de vocês responderia: “Não!” Talvez você pense que a teologia é só para os acadêmicos e não se aplica ao ministério cotidiano. Talvez você tenha esquecido o que seus professores de Escola Bíblica ensinaram.

Talvez você tenha descoberto que tudo que você realmente precisa é a Bíblia para lidar com cada situação. Em parte, você está correto. Se alguém pergunta “Posso casar com um não-cristão?”, você pode simplesmente apontar-lhe 2 Coríntios 6: 14-15 sem recorrer a quaisquer princípios hermenêuticos, ferramentas exegéticas ou argumentos filosóficos para esse caso. E o crente que aceita a autoridade da Bíblia vai aceitar a sua resposta.

 

Ah, mas isso nem sempre é tão fácil, não é? Que pastor não tem enfrentado uma pergunta como “Posso me divorciar de meu marido, que abusou de nossos filhos e está indo para a cadeia?”. Eu tenho certeza que os capelães militares já ouviram a pergunta: “Nossa unidade acabou matando alguns civis. A Bíblia não diz para não matar?”. Certamente, missionários americanos já ouviram a pergunta: “Por que Deus fez o seu país tão rico e o nosso tão pobre?”.

 

É preciso mais que um versículo da Bíblia ou dois para responder a essas perguntas. Isso envolve muitos versos, extraindo princípios bíblicos a partir deles para a construção de uma resposta que se encaixa no padrão das Escrituras. Isso, meus amigos, é fazer teologia. Logo, a resposta à primeira pergunta é: “Sim, você é um teólogo!”, mas a pergunta mais importante é: “Você vai ser um bom teólogo?”. Talvez eu possa ajudá-lo a respondê-la.

 

Primeiro passo: Teologia Bíblica

 

Muitos cometem o erro de saltar para a etapa dois sem fazer o primeiro passo. A etapa dois é a Teologia Sistemática, que envolve a síntese do que toda a Bíblia tem a dizer sobre um assunto. Mas, sem um boa Teologia Bíblica, a Teologia Sistemática torna-se um exercício de extração de versículos da Bíblia, sem contexto e, possivelmente, com interpretações ruins.

Livros sobre Teologia Sistemática não faltam, mas há poucos sobre Teologia Bíblica, que geralmente são menos conhecidos.

 

A minha definição de trabalho é: a Teologia Bíblica é o processo pelo qual o intérprete examina o que a Bíblia tem a dizer sobre os seus assuntos em seus termos. Em vez de levar as nossas perguntas à Bíblia, vamos começar com o que a Bíblia quer que saibamos. Nós ainda podemos fazer nossas perguntas, mas só depois de compreender a mensagem de Deus.

 

Com sorte, você já faz grande parte do processo de Teologia Bíblica quando você prepara sermões. O primeiro passo é fazer bem a exegese sobre passagens da Bíblia individuais, considerando a linguagem, o gênero e o contexto histórico.

O próximo passo para fazer Teologia Bíblica é analisar os temas que saem de um texto. Olhe para o resto do livro e para a repetição desses temas. Às vezes, um determinado assunto só aparece em uma passagem. Outras vezes, ele surge como um tema importante. Se você detectar, por exemplo, o Reino de Deus em Mateus ou a justiça social em Amos, você estará ocupado por um bom tempo com algo que irá provar ser um componente importante da Teologia Bíblica. Como benefício, você deve ter muitos sermões com base nesses estudos.

 

Outra ferramenta é a seção de introdução de comentários sobre livros individuais da Bíblia. Embora pregadores pulem muitas vezes essas introduções para chegar à passagem em que estão atualmente interessados, tais comentários são uma mina de ouro de informações para o desenvolvimento de Teologia Bíblica.

 

Segundo passo: Teologia Sistemática

 

Só depois de fazer um trabalho significativo na Teologia Bíblica podemos confiantemente trazer nossas perguntas para a Bíblia. Nós chamamos esse processo de Teologia Sistemática. Porém, tenha cuidado com os livros que se propõem a ser Teologias Sistemáticas. Muitos deles faz pouco mais do que acumular versículos da Bíblia – sem contexto – que parecem se relacionar a um assunto. Use essas referências cuidadosamente. Olhe cada verso citado em seu contexto e analise como ele se encaixa na Teologia Bíblica do livro de que se trata. Então, você pode decidir o quão bem ele se encaixa no assunto.

Aumente seu conhecimento. Talvez você não possa se dar ao luxo de adicionar livros à sua biblioteca agora, mas você pode acessar publicações bíblicas sem um grande investimento. Se você conseguir ler pelo menos 10 livros por ano, já vai valer a pena. Existem maneiras de expandir o seu conhecimento teológico, se você tem o desejo de fazê-lo.

A maioria de vocês não está interessada na construção de toda uma teologia sistemática, no entanto, você só quer saber o que a Bíblia diz sobre um determinado assunto. O que você faz? Em primeiro lugar, quanto mais trabalho você tem feito em Teologia Bíblia, melhor para você será. Assim quando alguém lhe perguntar sobre o aborto, você terá mais do que alguns textos de prova que abordam o assunto. Você pode começar sobre o que a Bíblia ensina sobre a criação, fecundidade e santidade da vida. Este é um processo cumulativo que deve consumir o ministro ao longo de seus anos de ministério.

 

Além disso, apesar de minhas advertências acima, você pode ir direto para livros de Teologia Sistemática ou sobre o seu assunto particular. Só tome cuidado para examinar como as passagens bíblicas são tratadas.“Eu não tenho tempo para isso”.Tudo isso que falamos pode soar como um monte de trabalho que vai levar tempo que você não tem, mas considere esses pontos.

 

Primeiro, isso é importante. Lembre-se, você deseja fazer teologia. Você quer fazer isso bem?

Esse processo é uma maratona, não um “sprint”. Você não pode dominar a Teologia em um mês. Um pouco de tempo gasto em cada semana vai trazer grandes dividendos ao longo dos anos.

 

Em segundo lugar, você tem tempo, se você planejar com sabedoria. Expanda seu tempo de preparação de sermão para mais uma hora para examinar temas sugeridos pela passagem do sermão. Faça algumas anotações sobre esse tema no resto do livro da Bíblia e arquive-as.

 

Passe também uma hora por semana lendo algo teológico. Não me refiro a um outro livro sobre liderança ou crescimento de igreja, mas algo sobre a exegese bíblica ou um tema teológico. Você pode também ter aulas. Muitas escolas bíblicas e seminários oferecem aulas de educação continuada. Você pode ser capaz de ter uma perto de sua casa ou até mesmo online.

 

Você precisa ser capaz de trabalhar com a Teologia em seu ministério. Esses passos que indiquei aqui farão com que siga no caminho certo para ser tonar um teólogo melhor. Abrace seu chamado como teólogo para que você possa fazer o seu ministério ainda mais eficaz perante aqueles para quem Deus te chamou para servir.

 

Fonte: Revista Obreiro Aprovado – CPAD – Ano 36 – Nº 68 – Pag. 36-38

Leave a Reply